BEBIDA AMARGA

Título: Bebida amarga
Autor: José Almeida Júnior
Formato: 16×23 cm
Páginas: 256
ISBN: 978-65-5957-197-0
Preço: R$ 54,90

AMAZON 

Descrição

Marcos e Fernando são jornalistas, pai e filho, trabalham em veículos de imprensa concorrentes e com vieses ideológicos opostos. Fernando na Tribuna da Imprensa, jornal de Carlos Lacerda, alinhado a um caminho liberal-conservador. Marcos na Última Hora de Samuel Wainer, veículo mais alinhado à esquerda.

Narrado em primeira pessoa, alternando cada capítulo na voz de um dos personagens, o leitor tem um vislumbre de um dos momentos mais importantes da história do país, sob dois olhares rivais, que trabalham diretamente com figuras históricas que foram protagonistas dos eventos que delinearam os rumos da política do Brasil.

Para entender o que aconteceu em 1º de abril de 1964, é preciso retroceder às eleições de 1960 e à polarização que tomou conta do país. Sem maniqueísmos e a partir de pontos de vista distintos, Bebida amarga resgata os reflexos de um dos períodos que se acreditou ter a maior polarização política da História do Brasil. Até agora.

“Com atenção aos fatos históricos que narra, mas sem perder o foco na história que deseja contar, José Almeida Júnior escancara a cegueira da sociedade brasileira às vésperas do golpe militar de 1964 e a sua incapacidade de adivinhar todas as amargas consequências. Definitivamente é um autor para ser acompanhado.” — R. Tavares, escritor.

O AUTOR – Após a conquista do Prêmio SESC em 2017, JOSÉ ALMEIDA JÚNIOR surgiu no cenário da literatura
brasileira com uma marca própria, a do romance histórico. Da experiência como defensor trouxe para a arte literária uma obsessão em desvendar nossa história e criar, a partir dela, personagens que traduzem com perfeição o espírito do tempo. Foi o que realizou com maestria nos romances O Homem que Odiava Machado de Assis, sucesso de público e crítica, e Última Hora, vencedor do Prêmio Sesc e finalista dos Prêmios Jabuti e São Paulo de Literatura.

Você também pode gostar de…