Diário de uma garota normal

{Vencedor nos festivais de Sundance, Berlin, Edimburgo e Palms Springs}

Minnie é uma garota de 15 anos que registra num diário tudo o que sente e acontece em sua vida.

Seu relato é incomum apenas porque ela conta tudo. Não há aqui a sutileza das histórias para meninas, quase sempre romantizadas para parecerem mais leves. A descoberta da sexualidade, o interesse pelos garotos, as novas amizades, tudo é contado de forma tão natural que acaba por revelar como o mundo adulto é cáustico, doloroso e cruel, se visto pelos olhos de uma adolescente que está prestes a entrar nele. mix

Em Diário de uma garota normal, Phoebe Gloeckner combina uma narrativa poderosa a ilustrações com imagens vívidas, provocando o leitor o tempo todo, com honestidade e humor, apresentando uma personagem que irá se manter para sempre em sua imaginação.

Esta é uma história sobre mulheres, antes de terem crescido.

 

Comentários na imprensa internacional

A história da protagonista de Diário de uma garota normal é algo tão arriscado quanto revelador, e segue explorando o amadurecer de uma menina sem espaço para  remorsos, julgamentos ou sensacionalismo; é como se Lolita fosse autorizada a contar sua própria história.  VOGUE/EUA

Minnie é um campo de força viva que, através dos clichês da decadência do universo adulto, cativa o leitor com sua sinceridade, esperanças, ideais e paixão. Ela é uma dos protagonistas adolescentes mais convincentes que existem; complicada, contraditória, posando de mulher. Seu diário é estimulante. É para ser devorado e carrega uma intensidade emocional incrível.  San Francisco Chronicle

Aqui temos a representação mais honesta da sexualidade feminina que há muito não se produzia; trata-se de uma reflexão sobre a adolescência, por meio de um viés literário que raramente se viu desde Salinger.  Nerve.com