Adams Obvio – A incrível História de um profissional bem-sucedido

Este pequeno livro foi publicado pela primeira vez, na forma de conto, no Saturday Evening Post, em abril de 1916. Apesar de ser a história de um publicitário, foi logo considerado como ideia embrionária para se obter sucesso incomum no mundo dos negócios e das profissões.

E ele continua atual nos dias de hoje, quando o mercado consumidor passa por uma transformação em produtos e serviços de tal ordem em que a objetividade se tornou palavra-chave para quem busca alçar voos maiores na vida profissional. Muitas vezes, pessoas e empresas buscam fórmulas de vendas, administração ou publicidade complexas, multifacetadas, sofisticação e multimídias, mas o que elas deveriam mesmo buscar é…O Óbvio

 

Se você conseguir passar uma mensagem que lhe pareça óbvia, o mais provável é que ela também pareça óbvia para as outras pessoas – inclusive os clientes. E quando a mensagem é óbvia para os clientes, eles a entendem e compram o que você tem para oferecer. Ora, o seu objetivo não era conseguir exatamente isso?

 

“Qualquer pessoa que busca o sucesso em qualquer área será auxiliada pela visão de negócios exposta neste pequeno volume “.                                                                                                      The New York Times

***

“Sempre que viajo pelo mundo, as pessoas me fazem a mesma pergunta: ‘Quais são seus livros preferidos?’. Olha, eu vou lhe contar um segredo. A melhor coisa que já li sobre marketing é um livro que foi publicado há quase cem anos, em 1916. E a boa notícia é que ele é pequeno e não tem jargões, gráficos nem conceitos complexos. Na verdade, é algo muito simples. Trata-se do livro Adams Óbvio: A incrível história de um profissional bem-sucedido, de Robert R. Updegraff. Quando foi publicado, tornou-se um sucesso instantâneo. O New York Times escreveu: ‘O jovem que busca ascensão no mercado deve adotar Adams Óbvio como livro de cabeceira’.”

Jack Trout, autor de vários best-sellers sobre marketing e mercado entre eles o revolucionário Marketing de Guerra.