RI

Românticos incuráveis , , , ,

Título: Românticos incuráveis
Subtítulo:
Quando o amor é uma armadilha
Autor:
Frank Tallis
Formato: 16×23 cm
Páginas: 240
Papel: Papel polén
ISBN: 978-85-9581-090-7
Editora: Faro Editorial
Preço: R$ 39,90

Baixar minilivro
Pessoas enlouquecidas pelo amor não existem só nos filmes.

THE NEW YORK TIMES


Desejar, amar, se apaixonar, perder um amor… todo mundo conhece alguma loucura de amor, mas a experiência do amor obsessivo, apesar de comum, não é banal.

Neste livro, Frank Tallis apresenta histórias extraordinárias de pessoas que ultrapassaram o real e criaram fantasias, romances e compromissos, onde não existia absolutamente nada, ou muito pouco.

São histórias que falam sobre todos nós. Qualquer um que já se apaixonou terá experimentado os sintomas de uma loucura psiquiátrica completa: a desinibição, o pensamento mágico, a tendência ao toc de checar suas mensagens (ou as mensagens do seu parceiro) a cada cinco segundos…

Segundo as pesquisas científicas mais recentes acerca dos mecanismos atrelados ao apego emocional, muitas pessoas sob o estado do “amor” dissolvem a divisão entre o que costumamos julgar ser normal e anormal.

Da mulher que se apaixonou perdidamente pelo seu dentista e o perseguiu até que ele precisou mudar de país; ao rico empresário, casado há mais de 30 anos, que gastou toda sua fortuna com mais de 3 mil prostitutas; à linda garota com um ciúme tão doentio que afastou todos os homens da sua vida; e muitos outros casos que nos mostram que ninguém está imune à loucura do amor.

O AUTOR: Renomado doutor em psicologia, especializado em transtornos obsessivos, FRANK TALLIS leciona psicologia clínica e neurociência e realiza frequentemente palestras no Instituto de Psiquiatria e Neurociência no King’s College London. Publicou mais de 30 artigos científicos em revistas internacionais e escreveu mais de 20 obras. Publicou tanto obras acadêmicas quanto ensaios psicológicos para um público amplo, mas também é autor de romances (Killing Time e Sensing Others) pelos quais recebeu o Writer’s Award e o New London Writer’s Award. Sua série, The Liebermann Papers obteve reconhecimento imediato pelos críticos e pelo público.

Nos diga o que achou :) “Românticos incuráveis”