RI

Românticos incuráveis , , , ,

Título: Românticos incuráveis
Subtítulo:
Quando o amor é uma armadilha
Autor:
Frank Tallis
Formato: 16×23 cm
Páginas: 240
Papel: Papel polén
ISBN: 978-85-9581-090-7
Editora: Faro Editorial
Preço: R$ 39,90

AMAZON LOYOLALEITURA

Baixar minilivro
Pessoas enlouquecidas pelo amor não existem só nos filmes.

THE NEW YORK TIMES


Desejar, amar, se apaixonar, perder um amor… todo mundo conhece alguma loucura de amor, mas a experiência do amor obsessivo, apesar de comum, não é banal.

Neste livro, Frank Tallis apresenta histórias extraordinárias de pessoas que ultrapassaram o real e criaram fantasias, romances e compromissos, onde não existia absolutamente nada, ou muito pouco.

São histórias que falam sobre todos nós. Qualquer um que já se apaixonou terá experimentado os sintomas de uma loucura psiquiátrica completa: a desinibição, o pensamento mágico, a tendência ao toc de checar suas mensagens (ou as mensagens do seu parceiro) a cada cinco segundos…

Segundo as pesquisas científicas mais recentes acerca dos mecanismos atrelados ao apego emocional, muitas pessoas sob o estado do “amor” dissolvem a divisão entre o que costumamos julgar ser normal e anormal.

Da mulher que se apaixonou perdidamente pelo seu dentista e o perseguiu até que ele precisou mudar de país; ao rico empresário, casado há mais de 30 anos, que gastou toda sua fortuna com mais de 3 mil prostitutas; à linda garota com um ciúme tão doentio que afastou todos os homens da sua vida; e muitos outros casos que nos mostram que ninguém está imune à loucura do amor.

O AUTOR: Renomado doutor em psicologia, especializado em transtornos obsessivos, FRANK TALLIS leciona psicologia clínica e neurociência e realiza frequentemente palestras no Instituto de Psiquiatria e Neurociência no King’s College London. Publicou mais de 30 artigos científicos em revistas internacionais e escreveu mais de 20 obras. Publicou tanto obras acadêmicas quanto ensaios psicológicos para um público amplo, mas também é autor de romances (Killing Time e Sensing Others) pelos quais recebeu o Writer’s Award e o New London Writer’s Award. Sua série, The Liebermann Papers obteve reconhecimento imediato pelos críticos e pelo público.

Nos diga o que achou :) “Românticos incuráveis”